Coleção Cinema no Mundo: Europa

by belisafigueiro

É interessante saber que, na Europa, as intervenções políticas para apoiar a indústria cinematográfica nacional começaram nos anos 20 e se tornaram efetivas depois da Segunda Guerra Mundial. Instituições foram criadas na maioria dos países europeus para a adoção de políticas de promoção e financiamento do setor audiovisual. Mais tarde, o Conselho da Europa recomendou novos mecanismos para estimular a produção cinematográfica. Mais recentemente, em 1992, a Convenção Européia e seu Fundo para a co-produção de filmes entraram em vigor com o objetivo de revitalizar a indústria cinematográfica européia e reconquistar os mercados internacionais no novo milênio.

O processo de construção da Europa pelo Tratado de Maastricht, em 1992 (Art. 3), estipula que a União deve contribuir para o fortalecimento das culturas de seus Estados membros. Com a ampliação gradual da União Européia, que hoje inclui 29 países, as diferenças culturais e econômicas precisam ser levadas em conta. Os europeus reafirmam sua posição segundo a qual os filmes e livros merecem tratamento especial por não ser meros produtos de consumo sujeitos às forças do mercado. O livro ajudará os interessados ou envolvidos na indústria cinematográfica a obter um conhecimento mais profundo sobre os desafios que virão.

Índice

Prefácio
Alessandra Meleiro

Introdução
Alejandro Pardo

1- O contexto político e institucional de financiamento público da indústria cinematográfica e audiovisual na Europa.
André Lange e Tim Westcott

2- Definições legais como forma de acesso para os sistemas de apoio na Europa
Susanne Nikoltchev

3- Apoio Público para a Promoção Internacional de filmes Europeus
Teresa Hoefert de Turégano

4- As várias faces dos festivais de cinema europeus
Marijke de Valck

5- A Indústria Cinematográfica Britânica
Andrew Higson e James Caterer

6- O cinema francês no fio da navalha ?
Joël Augros

7- A Indústria Cinematográfica na Espanha: Reconquistando o Mercado Doméstico e em direção à internacionalização
Alejandro Pardo

8- Indústria Cinematográfica Alemã: Padrões de Competitividade e Proteção
Marc Silberman

9- A indústria cinematográfica da Europa Centro-Oriental
Dina Iordanova

VOCÊ PODE GOSTAR